Tudo que você precisa saber para desenvolver uma liderança ágil

Desenvolver uma liderança ágil é algo que muitas empresas não só querem, como precisam, para manter-se competitivas no mercado moderno. Seja através da produção/venda de produtos ou de serviços.

Mas, a questão que sempre fica é: como desenvolver uma liderança com tamanha capacidade e desenvoltura, para poder elevar o negócio para um novo patamar?

Bem, é justamente para responder a esta pergunta que nós resolvemos criar este artigo. Separamos alguns dos pontos que você precisa saber para desenvolver uma liderança ágil na sua empresa.

Nas linhas abaixo, você vai ver os principais pontos que formam uma liderança ágil. E também como poderá desenvolver estes pontos dentro do seu negócio.

 

Como desenvolver uma liderança ágil

Para desenvolver uma liderança ágil, temos de ter em mente o método Agile, que visa os seguintes valores:

  • O produto é mais importante que a explicação;
  • A colaboração dos clientes é mais importante do que o processo de produção;
  • Responder as mudanças é mais importante do que seguir o plano.

Esses três pontos bem simples definem um novo modo de agir dentro da sua empresa. Mas para que eles aconteçam é preciso uma liderança ágil, que precisa velar pelos seguintes pontos para que – de fato – seja ágil:

 

01 – Satisfação do cliente

Mais do que entregar daqui 10 anos um produto perfeito. É preciso entregar hoje um produto (mesmo que não em sua melhor forma), mas que já represente um valor para o cliente.

Todavia, esta entrega deve ser contínua. Ou seja, seu produto precisa estar em constante desenvolvimento até que atinja e supere o que você acreditava ser o “perfeito”.

 

02 – Mudanças de requisito

Acima falamos sobre o perfeito, mas isso é um termo muito relativo dentro do esquema Agile. Pois, quem vai ditar o “perfeito” é o cliente.

A liderança ágil precisa estar disposta e atenta às mudanças de paradigmas e composição de seu produto. Estando de acordo com as necessidades e demandas de seus clientes. Mais do que seguir o plano que foi traçado na fundação da empresa, é preciso seguir o plano que os clientes vão impondo ao longo do processo.

 

03 – Cooperação

A liderança ágil terá, também, como tarefa a constante busca pela cooperação entre aqueles que possuem o conhecimento técnico e os que possuem conhecimento prático com relação aos produtos/serviços da empresa.

Por exemplo, se a sua empresa trabalha com a fabricação de pneus, é preciso estabelecer um ponto de contato e coworking entre o profissional que entende de borracha e o motorista que utiliza o pneu constantemente.

Essa união de técnica e prática é o que possibilita o avanço contínuo da qualidade do produto/serviço e, consequentemente, da empresa.

 

04 – Simplicidade

E por último, mas não importante, a liderança que deseja tornar-se ágil, vai precisar passar para sua equipe o princípio de que a simplicidade do produto é fundamental.

É preciso aumentar a quantidade de trabalho que “não precisa ser feito”. Tanto por parte de quem trabalha no desenvolvimento do produto/serviço, quanto em quem vai utilizar o produto ou serviço.

Por exemplo, uma empresa de desenvolvimento web que se vale de CMS para criar os sites de clientes diminui a carga de trabalho sobre os seus colaboradores e, ao mesmo tempo, permite que o cliente possa gerenciar o site sem a necessidade de conhecimentos técnicos avançados.

É uma atitude que diminui custos, aumenta produtividade, entrega mais qualidade. E – ainda – gera um nível de satisfação maior entre os clientes. Todos saem ganhando.

Esta é justamente a premissa principal da liderança ágil: agilidade para todo mundo, para que todos saiam ganhando. Se você deseja desenvolver este tipo de liderança na empresa em que você trabalha, tenha sempre este norte e com certeza irá atingir resultados incríveis!

Deixe uma resposta

onze + sete =