Mentoring e Coaching: quais as diferenças e como aplicar cada um | ABRH RS

Mentoring e Coaching: quais as diferenças e como aplicar cada um

 

Um dos principais desejos dos profissionais no mercado atual é aperfeiçoar habilidades que desenvolvam a gestão e a aceleração das suas carreiras cada vez mais. Duas técnicas que costumam auxiliar neste processo são o coaching e o mentoring, que disseminam conhecimento sobre como ser mais participativo e eficiente em grupo, além da forma de realizar trocas autênticas para a construção de confiança no trabalho.

 

Chamada de mentoring, a técnica com nome de origem grega funciona como uma espécie de tutoria, no qual um profissional capacitado orienta e compartilha experiências com os seus clientes, que estão iniciando suas carreiras. O contato entre o cliente e o mentor costuma ser menos formal do que no coaching e também não envolve uma relação diretamente financeira. Em estudo realizado pela Sun Microsystems, com 1000 funcionários ao longo de cinco anos, foi descoberto que os colaboradores que participaram de programas de mentoring na empresa foram promovidos cinco vezes mais do que os outros.

 

Já o processo de coaching é conduzido por um profissional a fim de direcionar o cliente na busca do autoconhecimento por meio de insights. Dessa forma, o coach não costuma dizer o que é necessário fazer, mas ajuda a se conhecer melhor e a entender como tomar decisões em situações importantes. Em pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Coaching, foi constatado que 88% dos entrevistados, que passaram pelo processo de coaching, aumentaram sua produtividade e o nível de satisfação de 61% dos participantes cresceu.

 

Frequentemente confundidos, os métodos de coaching e mentoring têm o objetivo auxiliar no desenvolvimento das suas partes pessoal e profissional, entretanto, possuem algumas diferenças. Para ser mentor, não é necessário ter uma formação específica no assunto, como é o caso do coaching. Por outro lado, o método de tutoria costuma ser mais utilizado com quem tem em mente um objetivo específico no crescimento da carreira e precisa entender melhor como alcançá-lo.

 

Para quem está vivendo a situação oposta e precisa ter mais clareza nos objetivos, é indicado que um profissional de coaching auxilie a traçar um plano de ação para os seus propósitos. No entanto, a execução, é responsabilidade do cliente, que deve estar comprometido com o processo para fazer diferença no resultado final e no futuro.

Mantenedores

Apoiadores institucionais