Paulo Caroli explica o que é Lean Inception e como acontece a Gestão de Pessoas na ThoughtWorks. Confira! | ABRH RS

Paulo Caroli explica o que é Lean Inception e como acontece a Gestão de Pessoas na ThoughtWorks. Confira!

 

O palestrante do CONGREGARH 2019, Paulo Caroli, é especialistas no movimento Lean Startup. Apaixonado por inovação, empreendedorismo e produtos digitais, o autor do best-seller “Lean Inception: Como Alinhar Pessoas e Construir o Produto Certo” falará no evento na sexta-feira (17), às 8h45, sobre o tema “Métodos Ágeis”. As inscrições para a palestra podem ser realizadas no site www.abrhrs.org.br.

 

Como uma pílula do que irá abordar na apresentação, Caroli respondeu, com exclusividade, o que é o Lean Inception - tema principal da sua obra - e como acontece a Gestão de Pessoas na ThoughtWorks, empresa focada no desenvolvimento de softwares para revolucionar a indústria de TI, na qual é consultor principal.

 

Confira!

 

O que é o Lean Inception?
Lean Inception é o nome dado ao workshop colaborativo para alinhar um grupo de pessoas sobre o produto mínimo viável a ser construído.

Tipicamente um grupo de pessoas vai começar a trabalhar em um produto digital. Vários podem ser os motivos para se trabalhar em um produto digital:
- Alguém que investiu em sua startup e você vai colocar a sua ideia em execução
- A sua empresa está modernizando algo e vai refazer um produto já existente
- Um grupo anterior fracassou para criar o produto e agora é a segunda tentativa, com mais pressão e menos dinheiro
- Pesquisas indicam um bom direcionamento de negócio e agora o grupo busca o product-market fit

Antes de partir para a execução, o grupo participa de um workshop colaborativo, que usa técnicas de Design Thinking com abordagem de Lean Startup e uma sequência de atividades para alinhar e definir objetivos, estratégias e escopo do produto: este tipo de workshop é conhecido como Lean Inception.

Como se dá o trabalho de gestão de pessoas na ThoughtWorks?
Na ThoughtWorks tentamos dar apoio e promover o que consideramos boas atitudes. Aceitamos que com o tempo as pessoas irão desenvolver mais aptidão em relação ao trabalho ou projeto específico que estão envolvidas. Aliás, desde as entrevistas damos mais valor a atitude do que aptidão.

Aptidão é quanto a pessoas tem conhecimento sobre um assunto específico. Como por exemplo, quando estão buscando candidatos na área de métodos ágeis, e estes precisam de conhecimentos em Scrum, técnicas de facilitação, formas de priorizar tarefas e requisitos, como fazer TDD, entrega contínua, etc.

Atitude demonstra a forma como agimos e reflete o comportamento da pessoa, a sua intenção, o seu propósito. São muitos os buzzwords que emergem no mundo dos métodos ágeis:, MVP, OKR, assessments, inúmeros canvas e isso provavelmente vai continuar assim, sempre surgindo novos termos. Então não tem como uma pessoa ter aptidão em todos, mas tão pouco deve se preocupar com isso, afinal as pessoas aprendem. O ambiente que promovemos na ThoughtWorks ajuda com esses aprendizados e o desenvolvimento pessoal, enquanto fomentam e valorizam as boas atitudes.

Mantenedores

Apoiadores institucionais