Mulheres são maioria na área de RH e ocupam cada vez mais espaço no mercado

 

Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a área de Recursos Humanos registrou, até 2017, mais de 111 mil trabalhadores. Segundo pesquisa do Mercadômetro, as mulheres são maioria na área, representando cerca de 75,2% dos trabalhadores do setor. Um número que reúne 84.146 profissionais mulheres atuando na gestão, administração e outras funções no RH. O cargo que apresentou a maior concentração de mulheres foi o de psicólogo do trabalho, onde nove em cada dez posições são ocupadas por mulheres.

 

Embora a presença feminina seja predominante no RH, os salários ainda são menores do que a remuneração dos homens de uma maneira geral. É o que aponta pesquisa salarial da Catho, que avaliou oito funções, de estagiários a gerentes. A maior diferença é no cargo de consultor, no qual os homens ganham 62,5% a mais do que as mulheres. Para cargos operacionais, a diferença entre os salários chega a 58%, e para especialista graduado é de 51,4%. Completam o ranking: especialista técnico (47,3%), coordenação, gerência e diretoria (46,7%), supervisor e encarregado (28,1%), analista (20,4%), trainee e estagiário (16,4%) e assistente e auxiliar (9%).

 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a renda média nacional do brasileiro é de R$ 2.043, mas os homens ganham, em média, R$ 2.251, enquanto a média salarial das mulheres, mesmo ocupando as mesmas funções, é de R$ 1.762, uma diferença de R$ 489.

 

Em contrapartida, as mulheres ocupam cada vez mais espaço de trabalho, ocupando cargos de liderança e buscando qualificação para a ascensão da carreira. O Anuário do Trabalho na Micro e Pequena Empresa aponta que a mulher a cada ano conquista novos espaços. Conforme o estudo, na microempresa, entre 2002 e 2006, houve um crescimento de 39,6%, o que representava 2.074.260 mulheres ocupando cargos. Embora, o crescimento tenha sido de 1,3 percentuais no período, ele vem ocorrendo todos os anos.

 

 

Mantenedores

Apoiadores institucionais