Férias coletivas: saiba os detalhes deste formato de recesso geral nas organizações | ABRH RS

Férias coletivas: saiba os detalhes deste formato de recesso geral nas organizações

 

O final do ano costuma ser a principal época em que as empresas concedem férias coletivas aos colaboradores, em razão do período festivo de Natal e Ano Novo. Neste movimento, dissemina-se a oportunidade geral para que todos descansem e aproveitem as festas e datas especiais peculiares do período.

 

Entre as vantagens das férias coletivas no período, está a possibilidade de renovar as energias. Mas, para isso acontecer, é preciso estabelecer algumas regras e organizar da melhor forma possível o funcionamento deste momento de descanso, que deve ser avisado no mínimo 30 dias antes para os colaboradores. Já ao Ministério do Trabalho, as empresas devem comunicar com antecedência de 15 dias do início das férias coletivas.

 

Para a empresa, o momento também pode ser bastante oportuno, caso aconteça uma queda significativa no desenvolvimento do trabalho no dia a dia. Dessa forma, é interessante a realização das férias coletivas, seja em toda a organização ou apenas em alguns setores. Além disso, é importante considerar que a decisão não pode ser recusada pelo trabalhador, desde que sejam respeitados os direitos do colaborador. Entre as obrigações da organização está a remuneração pelo período das férias coletivas com um acréscimo de um terço até dois dias antes do seu início.

 

Podendo ser realizadas em até dois períodos anuais, desde que nenhum seja inferior a 10 dias corridos, as férias coletivas também interferem no cálculo normal de férias. Assim, se as férias coletivas são de 15 dias, essas devem ser descontadas do período em que o funcionário aproveitaria.

 

Também existem casos em que o colaborador ainda não completou um ano de serviço e não possui o direito a usufruir de férias individuais. Por exemplo, um empregado que está há seis meses na empresa tem direito somente a 15 dias de férias, proporcionalmente. Porém, se houver férias coletivas, ele irá se beneficiar delas - junto da empresa e dos outros funcionários, que terão a oportunidade de restaurar as energias e aproveitar o momento com os seus familiares.

Mantenedores

Apoiadores institucionais